Diagnóstico

Quando se faz necessária a identificação de possíveis correções de um componente, atuamos com o procedimento de diagnóstico na chegada de uma máquina para revisão. Esse processo é realizado através de inspeção visual, ensaio não destrutivo, inspeção dimensional e análise de falha.

O Processo

Inspeção visual – é a análise do equipamento onde são identificadas falhas perceptíveis, o que facilita a detecção do que se faz necessário reparar. Trata-se de um processo econômico, que exige experiência técnica para o reconhecimento das falhas. A ágil detecção e reparação de defeitos são sinônimos de economia.

Ensaio não destrutivo – Em caso de falhas não identificadas em uma inspeção visual, é possível efetuar um ensaio não destrutivo (END). Esse tipo de técnica é utilizada para detectar e avaliar possíveis trincas, poros ou variações, sem alterar suas propriedades estruturais (físicas, químicas, mecânicas ou dimensionais).

Alguns dos ensaios utilizados são: Líquidos Penetrantes, Partículas Magnéticas, Ultrassom, entre outros.

Inspeção dimensional – Esse tipo de inspeção é constituído pelo processo de medição dos componentes, com intuito de analisar se estão nas condições requeridas pelo fabricante. Para que possamos obter um diagnóstico preciso, são utilizados instrumentos, tais como: paquímetro, relógio comparador, micrômetro, trenas, prumos, réguas, súbito, entre outros. Tem como objetivo evitar erros de montagem. Caso sejam identificados pontos com grande diferença dimensional, podemos direcionar o componente para um reparo e correção.

Análise de falha – É um processo utilizado para identificar a origem de uma falha do componente.

Cascadura Group

Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo. Estamos prontos para te atender.

(71) 3901-1656
(71) 98105-1834
contato@cascaduragroup.com