Laser Cladding

Uma das tecnologias mais recentes do grupo Cascadura. Ele é conhecido pela deposição metálica através de laser, com especial utilização para o reparo de pequenas regiões ou áreas específicas onde o processo de soldagem convencional não se faz adequado, uma vez que utiliza como fonte de calor um arco elétrico voltaico imputando ao substrato uma quantidade de energia térmica muito alta, onde muitas vezes modifica sua estrutura metalúrgica nas proximidades da poça de fusão, conhecida como ZTA (Zona Termicamente Afetada).

Enquanto que o laser cladding gera a mesma adesão metalúrgica do revestimento ao metal base com o grande diferencial de não gerar a formação de ZTA no substrato, anulando a possibilidade da distorção e diluição do metal.

A criação desta ligação mecânica entre o material base e a camada é um dos processos de soldagem mais precisos disponíveis no mercado, no qual resiste a impactos e abrasão de particulados.
É possível encontrar uma ampla gama de ligas metálicas disponíveis para aplicação, que promovem o aumento da resistência mecânica à corrosão com ligas de alto cromo e ligas com teores variáveis de carboneto de tungstênio para resistir ao impacto.

Nossa equipe de Engenharia poderá definir a melhor liga para cada aplicação dentro das suas necessidades.

O Processo

É um processo de deposição e formação de camadas especiais por soldagem utilizando como fonte de calor um feixe de laser sendo alimentado por um fluxo de pó ou fio metálico. Esse processo desenvolve uma poça fundida na superfície da peça na qual o material escolhido é adicionado simultaneamente. Apesar da alta potência do laser como fonte de calor, o tempo de exposição é curto, o que significa que os tempos de solidificação e resfriamento são rápidos.

Vantagens:

‣ Controle preciso da temperatura

‣ Baixa ou nenhuma distorção da peça soldada;

‣ Baixa diluição do material depositado (é possível obter 100% da composição química do consumível em apenas 0,8mm de camada depositada);

‣ Formação de liga metalúrgica entre depósito e substrato como em qualquer outro processo de solda convencional;

‣ Aumenta a soldabilidade, principalmente em substratos mais sensíveis como aços ricos em carbono ou superligas que são difíceis ou até impossíveis de soldar pelos processos de soldas convencionais;

‣ ZTA muito reduzida pelo baixo aporte de energia térmica, possibilitando eliminar tratamento térmico após soldagem;

‣ A camada depositada apresenta estrutura cristalina muito fina e homogênea resultante da rápida solidificação, o que aumenta muito a resistência à corrosão. Para compostos de carbetos, à resistência ao desgaste;

‣ Devido a baixa energia térmica utilizada não há perdas de elemento de liga durante a fusão.

Cascadura Group

Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo. Estamos prontos para te atender.

(71) 3901-1656
(71) 98105-1834
contato@cascaduragroup.com